PENÍNSULA DA COREIA

A fronteira marítima, entre a Coreia do Sul e a do Norte, traçada pelas Nações Unidas em 1953, nunca foi reconhecida pelas autoridades de Pyongyang. Para além de todo o resto, este fato, tem sido motivo para que as escaramuças se tenham sucedido ao longo destes 57 anos.

Independentemente das razões que cada parte reivindica, e de nenhuma delas justificar o uso da força, parece-me de manifesto descuido, ou provocação intentada, que os militares Sul-Coreanos e Americanos decidam, mais uma vez, efetuar exercícios navais no Mar Amarelo.

Esperemos que os “descuidos” não tenham um preço demasiado alto.

Sem comentários:

HÁ ANEDOTAS BEM MAIS FRAQUINHAS

Tenho a impressão que deixaram plantado, ali para as bandas de Alvalade, um vírus que, como todos os outros que por aí andam, ataca sem ol...