IMAGENS DA MADEIRA

1 – Já chega de repetir imagens do desastre no passado Sábado dia 20!

A nossa comunicação social, com destaque para as televisões, instalou-se na Madeira de armas e bagagens e, passada uma semana da enxurrada, em vez de potenciarem os aspectos positivos da recuperação, continuam a repetir sem conta as mesmas imagens de Sábado. Mesmo em paralelo com alguns tempos de reportagem, colocam no ar, ao lado da imagem do repórter, as cenas mais dramáticas, vistas já dezenas de vezes.

Já chega de desgraça!

Todos já vimos as ribeiras do Funchal a transbordarem.

Quando já não houver novidades, os repórteres escusam de “encher chouriços”, desliguem o satélite e passem à frente.

2 – Nunca pensei apetecer-me elogiar o Presidente do GRA da Madeira, Alberto João Jardim.

As pessoas não mudam a sua atitude de um dia para o outro, e os insultos e as “bocas” que este homem, ao longo do tempo em que está no poder, dirigiu a inúmeras personalidades nacionais, não se apagam assim. Também não precisava de fingir para obter as ajudas que a Madeira agora precisa.

Nesta conformidade, e a propósito dos últimos acontecimentos, acho que Alberto João Jardim, tem sido um verdadeiro líder desde as primeiras horas do fatídico dia, assumindo o comando de todo o processo de reabilitação em todas vertentes, incluindo a diplomática. Também puxou a si o exclusivo de declarações de pendor mais político, referindo de maneira elogiosa o apoio do Governo Nacional, destacando mesmo o Primeiro-Ministro.

SBF

(Gravura: Wikipédia)

O VOO DA ANDORINHA

Vi uma, depois outra, mais outra e mais… e mais…, aí uma dúzia, naquele voo rasante tão característico, anunciando a Primavera.

É a chegada das andorinhas e com elas, um “mundo” de esperança!

Precisamos da Primavera porque trás consigo o colorido da nossa vida. O tempo contado em anos não dá tréguas. Em cada paragem, damos conta que esse “tempo” já está “grisalho”, e que não é possível reduzir a velocidade.

Para mim, a chegada das andorinhas, é como se voltasse atrás e pudesse rebobinar tudo.

SBF

(Foto: Wikipédia)

ZECA AFONSO



Ter presente a vida e obra do (Clicar a seguir) Zeca, é contribuir para que os valores da liberdade e da justiça em Portugal, mesmo 23 anos depois da sua morte, se imponham contra tudo e todos.

SBF
(Gravura: Monumento em Grândola)

PRESIDENCIAIS

A declaração de candidatura de Fernando Nobre é apelativa e, duma forma geral, identifico-me com o texto.

Também sou de opinião que a nossa democracia podia ser mais abrangente, no que respeita à intervenção civil, fora da organização partidária. As várias tentativas de alterar a Lei eleitoral para as legislativas, de forma a possibilitar a participação de independentes, teem sido travadas pelas mais variadas razões.

No entanto, continuo com grande dificuldade em imaginar o Dr. Fernando Nobre, num palanque de campanha eleitoral angariando votos na sua pessoa.

Acresce ainda o facto, desta candidatura estar no mesmo espaço eleitoral de Manuel Alegre, resultando numa divisão de vontades e de menor mobilização do eleitorado, facilitando assim, uma eventual vitória de Cavaco Silva na primeira volta, que não aconteceria só com Manuel Alegre.

SBF

PRIMÁRIAS DO PSD

Paulo Rangel, em destaque continuado na Comunicação Social, mesmo com o desastre da R.A. da Madeira.

Lá se vai querendo desculpar de ter dado o “dito por não dito”, mas, só é enganado quem quer. Quantas vezes afirmou, que não se ia candidatar? Muitas! Traiu o Aguiar Branco e não foi pouco.

Até o timbre da voz dele me chateia.
O homem é demagógico todos os dias.
Fazer o que fez no plenário do Parlamento Europeu, também ajuda bastante a perceber que tipo de pessoa é.

SBF

FERNANDO NOBRE CANDIDATA-SE À PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA

A surpresa do dia – Fernando Nobre candidata-se à presidência da república!

Como acontece com a maioria dos portugueses, tenho grande admiração pela pessoa, pelo seu trabalho e por todos os bons valores que representa.

Por isso mesmo, e sem fazer a necessária análise política a propósito da candidatura, há qualquer coisa que não me cai bem.

Estou com alguma dificuldade em perceber o que senti quando ouvi o anúncio, mas não me foi agradável.

A admiração que tenho por Fernando Nobre, vem do seu trabalho desinteressado em favor de populações desprotegidas e vítimas de toda a espécie de desgraças por esse mundo fora.

Uma candidatura à presidência ou a qualquer outro cargo político, neste tempo e neste lugar, não “casa” com a ideia que tenho da personalidade do líder da AMI.

Estou a “quente”, admito que esteja enganado, e espero que amanhã sinta a coisa de outra forma porque quero mesmo acreditar na racionalidade da candidatura.

SBF
(Foto e dicas: Expresso Online)

SALVAR OUTRAS VIDAS

Os noticiários das nossas televisões e rádios, as páginas dos nossos jornais e revistas, e os destaques das notícias “online”, são preferencialmente ocupados com tudo o que pode dar audiências ou vendas. O resto pouco interessa.

Há uns dias, ouvimos e lemos apelos do “Serviço Nacional de Sangue” para que os dadores de sangue, acorressem aos locais habituais de recolha do precioso produto, porque as reservas estavam perto do fim. A notícia até era de alguma forma alarmante, ou pelo menos foi assim que a entendi.

Bem, o que é certo é que;

indiferentes ao deficit e ao endividamento nacional, à discussão do OE e do PEC, às escutas, ao plano para controlar a comunicação social, às lutas pelo poder no maior partido da oposição, às “bocas” desavergonhadas do líder do GR da Madeira e, principalmente, aos critérios jornalísticos dos “doutos” profissionais das tais empresas que se sentem ameaçados por planos “maquiavélicos” do Sócrates e “companhia” e que, com honrosas exceções, estiveram demasiado ocupados com as “tricas” do costume,

… o que é certo é que, mais de mil portugueses, estiveram ontem em longas filas, afim de, cumprirem uma das mais nobres missões do ser humano, dar um pouco do seu sangue para salvar outras vidas.

Deste verdadeiro acontecimento, não tinha tido notícia ontem. Só hoje, lendo o Diário de Notícias, me apercebi deste verdadeiro acontecimento nacional.

SBF
(Foto: DN Online)

ESCUTAS E PLANOS DE ASSALTO

Como todos os portugueses, também eu tenho muitas dúvidas sobre a notícia do dia e, cada uma por si; Providência cautelar, “escutas”, “planos de assalto” a televisões, jornais, rádios, diários de caserna, etc., etc..

1 – Alegadamente, o “assalto” à comunicação social, tinha como objectivo, criar condições eleitorais favoráveis ao Governo.

Parece-me que, para eleições em Junho, Setembro e em Outubro, o Governo começou a tratar das coisas um bocado tarde, não?

2 – Nos últimos dias, os opositores do Governo nesta matéria, teem envolvido a empresa “Ongoing” na alegada estratégia da PT/Governo.

Mas então, não foi para esta empresa que se transferiu o antigo “patrão” da TVI, JEM, marido da antiga “patroa” da mesma estação de televisão, com um ordenado chorudo? Não me digam que a suposta “vítima”, é o próprio “agressor”?

3 – Os jornalistas, como classe, não perdem nenhuma oportunidade de afirmar a sua independência, face ao poder político e à entidade patronal. É verdade que – os conselhos de redação, o estatuto individual do exercício da profissão, os direitos de autor e um sem número de regras – que, quando aplicadas, garantem de facto, uma desejada independência.

Com toda a blindagem que protege a profissão, alguém acredita que a tendência editorial de qualquer orgão de comunicação social, poderia ser radicalmente mudado, com a rapidez com que alguns nos querem fazer querer?

Os próprios jornalistas a admitirem esta possibilidade, estão a dar um tiro no pé.

4 – O que é facto é que tudo isto é perturbador. O País precisava de paz de “espírito” para ultrapassar a situação económica desfavorável e, assim, está a ser cada vez mais difícil. José Sócrates, cada dia que passa no poder, menos condições tem para governar.

5 – Também me preocupa e muito, a forma, aparentemente fácil, como qualquer cidadão é escutado e investigado na sua privacidade. Os métodos estão cada vez mais apurados, já conseguem fazer inveja à mais competente polícia política, e nem nos restaurantes e cafés é seguro falar de certas pessoas, principalmente se forem jornalistas.

SBF

NELSON MANDELA

Passaram 20 anos sobre a libertação de Nelson Mandela das prisões do “apartheid” na África do Sul.

Não tenho heróis nem ídolos, mas a admiração que tenho por este HOMEM não tem limite.

Nelson Mandela é, em si, a grande lição ao mundo.

SBF

PAULO RANGEL E A LIDERANÇA DO PSD

O Dr. Paulo Rangel nunca deixou de querer ser líder do PSD. Escusava de andar a mentir este tempo todo. VER AQUI NOTÍCIA DO DN

Não sendo eu do PSD nem de qualquer outro partido, a opinião que eu tenho sobre qualquer assunto, é independente. Ou seja, umas vezes concordo com um, outras com outro.

No PSD, como nos outros partidos, existem pessoas com quem simpatizo e que até podiam ir a líderes. O Dr. Paulo Rangel, tal como a actual líder, estão fora das minhas simpatias. Não gosto deles.

O Dr. Paulo Rangel fez ontem uma intervenção no Parlamento Europeu, acerca da alegada falta de liberdade de expressão em Portugal que, só por si, define bem “o homem”.

Como na altura afirmei, a Dra Manuela Ferreira Leite fez o lançamento da candidatura do Dr. Paulo Rangel a líder do PSD, quando o colocou em cabeça de lista às “Europeias”. Não precisavam de andar a mentir “à gente” todo este tempo.

SBF

CADA VEZ SE PERCEBE MENOS.

1 - Cada vez se percebe menos.

Então, ao contrário do que seria normal, são os arguidos que querem a divulgação do material escutado? Primeiro, o Armando Vara requereu que se eliminasse o segredo de justiça, para que se pudesse defender publicamente das acusações de que foi alvo. Agora é o Paulo Penedos, pela voz do seu advogado Ricardo Sá Fernandes, que vai autorizar a divulgação na íntegra das suas escutas telefónicas sobre o caso TVI/PT. Afirma ainda este, que é para defesa da sua honra e repor o verdadeiro contexto das conversas.

2 - Então Rangel, vais a votos ou não?

A corrida ao poder no interior do PSD, tem sido uma causa maior para o estado miserável em que está o panorama político-partidário da nossa “praça”. Até as conversas do “professor”, têm tido sempre em conta a luta interna do PSD.

3 - A taxa de 9,6% de desemprego em 2009 de Portugal, publicada hoje pela OCDE, está na linha da média europeia, considerando os países já publicados.

Todos os indicadores conhecidos sobre a nossa economia está na mesma linha e, por isso, não há razão nenhuma, para que nos comparem à Grécia. O que é necessário, é um forte empenhamento nacional para conseguirmos reverter a situação. É imperioso destacar o positivo e minimizar o negativo. Infelizmente, o que temos visto nestes últimos dias, tem mais a ver com interesses de grupo, partidários e outros parecidos.

4 - A nossa comunicação social, e principalmente as televisões, só tocaram na rama do último “roteiro” do Presidente da República, e das últimas visitas e inaugurações do Primeiro-Ministro. Bons exemplos de sucesso mas que “não interessa mostrar”. Mesmo assim, ainda lá foram mas foi para os questionar sobre os temas comezinhos das escutas e negócios TVI. De caminho também queriam saber, se o PR ia vetar a Lei “remendada” das finanças regionais.

SBF

AUTO-ESTIMA

Precisamos de ganhar auto-confiança.

Não somos nem menos nem mais, nem piores nem melhores que os outros, temos também os nossos pontos autos.

Afinal, o que falta pr’aí, são deficits e endividamentos superiores aos nossos.

Nas novas tecnologias estamos em grande. Apreciem a nova ferramenta tecnológica desenvolvida pela empresa portuguesa de Braga, Edigma.

VER AQUI NOTÍCIA DE “O PUBLICO” sobre ecrã multitoque português.
SBF

ALMUNIA, CONTAS E JARDIM

1 - Com o Comissário Almunia como amigo, para que é que precisamos de inimigos?

Ontem, no encontro com a imprensa em Bruxelas, anunciando o OK da Comissão ao PEC com a Grécia, o senhor Comissário fez alguns comentários sobre as contas portugueses, que provocaram imediatamente “trambolhão” da bolsa em Lisboa, aumento dos juros sobre a nossa dívida pública e quebra generalizada dos índices de confiança. Ou seja, as afirmações extemporâneas deste senhor (Portugal só apresentará o PEC daqui a duas semanas), fez com que tudo se torne mais difícil ainda.

A situação não é fácil em Portugal, mas quando os restantes países da EU apresentarem as contas de 2009, vamos concerteza ter algumas surpresas no que respeita a alguns “grandes”, depois vai ser curioso ouvir as declarações do senhor Almunia. Por agora, já fez o seu trabalho.

2 – Mas afinal, o que é que estavam à espera do Conselho de Estado?
Nunca saiu nada, porque é que ontem havia de sair?

3 – Em relação às “finanças regionais”, estamos constantemente a levar com oitenta e poucos milhões, como sendo o valor que está em causa. Penso que se estão a esquecer dos retroactivos. Os valores totais sobem e não é pouco.

SBF

NO TEMPO DA DITADURA E OS BUFOS…

No tempo da ditadura, a quem fazia vida a ouvir conversas particulares das mesas do lado, nos cafés e restaurantes, chamávamos “bufos”. Ouviam, e iam rapidamente contar ao agente de ligação da pide o que os suspeitos conversavam e mais o que inventava.

Há hábitos que não descolam com facilidade!

Não é fácil acreditar, que o Primeiro-Ministro deste País, neste tempo, tenha reservado um almoço para resolver “o problema” , que, neste caso, é jornalista e se chama Mário Crespo.

Importante, este Mário ah!

Dando mesmo de “barato” que os colegas de Governo falaram (menos bem) de MC, onde é que está o problema? Ou, só ele (MC), e o seu entrevistado preferido (MC2), é que podem falar (mal) do governo, do Primeiro-Ministro, dos Ministros, dos deputados (alguns)?

Como é que, “com três ou quatro palavras apenas,” completamente descontextualizadas e alegadamente proferidas ao longo dum almoço particular, escutadas por pessoas não identificadas e alheias ao dito almoço, podem servir de notícia transmitida e retransmitida vezes sem conta?

Acho que o MC deu um tiro no pé!

Ah! A crónica que o MC mandou para o JN de facto não era “opinião”, era a sua defesa pessoal, pressupondo naturalmente, ter havido um “ataque” naquela mesa de restaurante.

SBF

QUE SE ANTECIPE A PRIMAVERA!

O endividamento e o deficit, e as finanças regionais mais as agências de rating, os deputados que não declararam os rendimentos e também o Cavaco que continua a criticar a nova Lei do divórcio, os amigos e fãs do facebook que não param de crescer e as vacinas da gripe A que não “param” de sobrar, a triagem dos candidatos a líder do PSD que nunca mais começa mais a entrevista de Belmiro e o próximo Conselho de Estado.

Sempre a mesma cara à frente da família, pátria, religião, e agora Plataforma Cidadania e Casamento, o protesto dos carrosséis a pôr os Lisboetas doidos e os enfermeiros que não se deixam esquecer.

A desgraça do Haiti e a profunda crise na nossa vizinha Espanha.

E o Tony Blair reafirma a legitimidade da sua decisão em invadir o Iraque há 7 anos atrás.

O cinzento é a cor dominante.Não é fácil resistir à “depressão”.

Reclamo a antecipação da Primavera!

Que se acabem com as nuvens, precisa-se urgentemente de sol e cor, muita cor e pessoas com “estampas” de sorrisos!

SBF

E O GLACIAR DESAPARECEU!

Placa descerrada hoje, 18 agosto de 2019, na Islândia, marcando o dramático dramático acontecimento Em consequência do desapareciment...