“FALA AO PAÍS”, O PRIMEIRO…


Quando um Primeiro-Ministro “fala ao País, nunca é para dar boas notícias. Pois o que vai acontecer hoje ao princípio da noite há de ser “mais do mesmo”. Austeridade em cima de austeridade. Esta é a certeza!

Se “falasse ao País” numa praça pública, para além das habituais vaias, acabaria cheio de tomates e ovos podres a escorrer-lhe pela fatiota.

Ainda assim, esteja onde estiver e fale onde falar, terá sempre um “TOPO DE GAMA” para o levar de volta.

Silvestre Félix

Sem comentários:

HÁ ANEDOTAS BEM MAIS FRAQUINHAS

Tenho a impressão que deixaram plantado, ali para as bandas de Alvalade, um vírus que, como todos os outros que por aí andam, ataca sem ol...