quarta-feira, 4 de janeiro de 2017

FUNCIONÁRIOS JUDICIAIS, REABERTURA DE TRIBUNAIS, OU...

Afinal em que é que ficamos?

Os senhores funcionários judiciais querem que os tribunais encerrados pelo anterior governo, voltem a estar ao serviço das populações que deles precisam, ou não?

Numa intempestiva reação dos representantes de classe que, através dos microfones todos à sua disposição, manifestaram discordância na reabertura de 9 dos 20 tribunais, por ter sido pedida a colaboração das respetivas câmaras municipais que destacaram, provisoriamente, um(a) funcionário(a) administrativo(a), para que estes cidadãos da área abrangida não fossem discriminados com o adiamento desta aplaudida medida.

Os mesmos senhores protestaram, se calhar, não o suficiente, aquando do encerramento e, agora, reposta a normalidade em benefício de todos, recorrem a expedientes “cautelares”, só, porque, não havendo funcionários judiciais disponíveis, se recorreu à ajuda das câmaras municipais.

Dizem eles que, assim, os tribunais não podem garantir o segredo e a confidencialidade exigida.

Que se saiba, mesmo sem funcionários das câmaras a trabalhar nos tribunais, o “segredo de justiça” é, desde há muito tempo violado e, conteúdos inteiros de processos são escarrapachados nas primeiras páginas de alguns jornais e transcritos nos principais serviços noticiosos das nossas TV’s.

Vá lá! Prestem um bom serviço às populações e não compliquem a reabertura dos tribunais.

Silvestre Félix
04.01.2017
Etiqueta: Justiça
Foto: Google     

Sem comentários: